Maria Creuza (Cantoras brasileiras)

Na Esplanada, sonora

Maria Creuza dos olhos fundos, brasileira, baiana, filha da poesia, querida do Poetinha. Romântica, abusada, nunca reprimida pela força do cantar que ultrapassa barreiras ideológicas, territoriais e de gênero. Maria Creuza na Esplanada, sonora. Maria Creuza, cantora. Não extingue admiração, há encantamento.

Você abusou (1971, samba) – Antônio Carlos e Jocafi
Maria Creuza conheceu Antônio Carlos na Bahia, e com ele estabeleceu casamento que ultrapassou as convicções musicais. Os dois tiveram três filhos e vários sucessos nas rádios do Brasil e do mundo, principalmente depois que migraram para o Rio de Janeiro. O primeiro grande êxito foi “Você abusou”, que Antônio Carlos compôs com Jocafi em 1971. O canto de Maria Creuza explicitava a beleza da composição que se esvairia de aspirações intelectuais. Ia direto ao coração.

Pery Ribeiro (Bossa Nova)

Morre aos 74 anos

Há os Filhos do Holocausto, Filhos da Ditadura, Filhos da Era Hippie. Milhares, milhões, centenas. Mas há também o Filho do casal mais talentoso e explosivo da música brasileira. Frutífero tanto em brigas via imprensa quanto em canções magníficas.

Este Filho, apenas um. Mais do que isso, foi o cantor que lançou a bela “Garota de Ipanema”, a passear com seu balançado na praia, a música nacional mais executada no mundo em todos os tempos, filha de pais esmerados e um tanto loucos: Tom Jobim e Vinicius de Moraes. O Maestro e o Poeta.